Os eletrodomésticos atrapalham o Wi-Fi da internet fibra ótica? 

Com a substituição dos cabos de rede pelos roteadores Wi-Fi, fazendo assim a internet fibra ótica mais acessível em todos comodos, fica a dúvida, os eletrodoméstico atrapalham a propagação de internet?

Todo eletrônico que emita ondas eletromagnéticas vai interferir no funcionamento do Wi-Fi.

Nós da Linca Fibra e TV separamos uma lista dos 5 objetos comuns que podem prejudicar o seu sinal de Wi-Fi e se estiver muito ruim, afaste o roteador desses eletrônicos ou mesmo desligue-os, se for possível.

1. Espelhos

Se você tem muitos espelhos na sua casa, saiba que as superfícies metálicas são altamente refletoras e dependendo do posicionamento do espelho, pode ser que ele esteja atrapalhando o sinal Wi-Fi, assim enfraquecendo sua internet fibra ótica.

Certifique-se de que não há nenhum espelho de frente para o roteador. Nesse caso, o sinal pode ser vítima de um efeito do tipo “bate-e-volta”, não sendo propagado corretamente pelo ambiente.

 

O grande culpado é o revestimento de metal que está na parte traseira da maioria dos espelhos.

internet-em-foz-do-iguaçu-cuidado-espelho-atrapalha-wifi.png

2. Água

A água também pode ser considerada uma barreira natural para o sinal Wi-Fi. Em teoria, quanto maior for a concentração de líquido, maior é a interferência.

 

Não se preocupe, não é a sua piscina que está enfraquecendo a sua internet, pois em uma praia ou em uma piscina isso não ocorre de forma tão acentuada porque se trata de um ambiente aberto, com maior facilidade de propagação do sinal.

Porém, dentro de casa a coisa muda de figura. Nesse caso, o problema que concentra muita água em um só lugar são os aquários. Eles não devem ficar próximos a roteadores ou em linha reta com eles, caso contrário é bem provável que você tenha problemas.

internet-em-foz-do-iguaçu-cuidado-com-os-aquarios-atrapalham-o-wifi.png

3. Dispositivos sem fio

Os fornos de micro-ondas e os telefones fixos sem fio também podem atrapalhar o sinal de Wi-Fi na sua casa.

 

Isso porque muitos deles operam na frequência de 2,4 GHz, a mesma da rede Wi-Fi utilizada na maioria dos roteadores. Aos poucos, os modelos mais novos de roteador, os do tipo dual-band, passam a resolver esse problema operando na faixa dos 5 GHz.

Explicação rápida: a frequência de 2,4GHz consegue propagar melhor o sinal mas operar com menos potência, já a frequência de 5GHz tem mais dificuldades de propagar sobre paredes e outros materiais, mas a potência é bem maior.

Certifique-se de que o seu roteador é compatível com essas duas faixas e, se possível, mude para a de 5GHz. Nela você não estará sujeito a interferências de outros eletrônicos, como alto-falantes e até mesmo câmeras de segurança, deixando seu ambiente mais “limpo” para a propagação de sinal.

internet-em-foz-do-iguaçu-microondas-atrapalha-o-sinal-do-wifi.png

4. Paredes

É um fato para todos que as paredes são obstáculos naturais para a propagação do sinal Wi-Fi. No entanto, alguns materiais geram mais interferência do que outros.

 

Por exemplo, as paredes de tijolo são menos densas no que diz respeito à absorção da radiofrequência se comparadas às paredes de concreto ou gesso.

Outro inimigo do sinal Wi-Fi é o banheiro, especialmente por conta dos azulejos. Você já deve ter percebido que quando o banheiro está fechado o sinal não se propaga tão bem quanto em outros cômodos da casa. Para evitar problemas, evite deixar o roteador em ambientes muito fechados.

Posicione o roteador Wi-Fi o mais alto possível, pois o roteador é omnidirecional, isto é, propaga o sinal para todas direções, seja para cima, seja para baixo ou seja para os lados.

 

Com essas dicas a sua internet fibra ótica vai conseguir propagar melhor o sinal ou evitar que algum dos problemas acima interrompa a propagação do sinal Wi-Fi.

internet-em-foz-do-iguaçu-roteador-quanto-mais-alto-melhor.png

5. Telas LCD

Alguns modelos de telas LCD podem emitir uma corrente harmônica, ou seja, uma corrente elétrica capaz de causar distorções na onda de um sinal. Para quem usa a internet na frequência de 2.4 GHz, as chances de que isso aconteça são ainda maiores.

Nesse caso, a solução é mudar a frequência para 5 GHz. Se o seu roteador ainda não for compatível e você estiver enfrentando problemas como esse, considere comprar um modelo novo. Apenas fique atento ao fato de o seu smartphone ser compatível ou não com essa faixa de frequência, pois alguns modelos mais antigos não são.

A interferência é ainda maior quando há um monitor externo conectado a um notebook, por exemplo, e piora se o laptop estiver com a tampa fechada. Assim como nos eletrônicos, a solução pode ser mudar a faixa de frequência. Se o seu roteador não for dual-band (2.4GHz e 5GHz), altere o canal Wi-Fi para um que seja inferior ao 11. 

internet-em-foz-do-iguaçu-tela-lcd-atrapalha-sinal-wifi.png

6. Cabos desprotegidos

Os cabos usados em algumas antenas parabólicas, assim como seus conectores, também podem gerar interferência por radiofrequência caso estejam danificados. Aliás, qualquer cabo desprotegido tem potencial de atrapalhar a propagação das ondas de Wi-Fi.

Para as antenas, que ficam sempre ligadas, a solução é trocar a fiação. Se o cabo ou conector for de um dispositivo que não precise ficar conectado à tomada para funcionar, é sempre possível desplugá-lo ao notar que o Wi-Fi começou a ficar fraco.

internet-em-foz-do-iguaçu-cabo-desprotegido-atrapalha-wifi.png