top of page

Como os gadgets são usados na medicina?

Agora que vocês já sabem o que são os gadgets e como eles funcionam, vamos entender sua usabilidade na medicina, com suas principais categorias de uso. 


Vale reforçar que gadgets são aparelhos móveis, de fácil acesso e transporte, que podem ou não ser conectados a versões de aplicativo. Neste caso, vale ter uma boa conexão de internet em Foz, como a da Linca, para seu melhor desempenho e funcionalidades.


No quesito acompanhamento e fiscalização, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) é quem tem a responsabilidade de regulamentar e fiscalizar esses dispositivos usados na área da saúde aqui no Brasil. A ação tem o objetivo de garantir a segurança dos pacientes e a qualidade dos produtos utilizados.


Na saúde, os gadgets são divididos em três grandes grupos, podendo ser categorizados conforme sua finalidade, como:


  1. PREVENÇÃO

  2. ACOMPANHAMENTO

  3. TRATAMENTO

1 - PREVENÇÃO -  Gadgets de prevenção são projetados para ajudar a prevenir doenças, lesões ou outros problemas de saúde. Seus principais exemplos de uso são em smartwatches, pulseiras fitness, sensores de qualidade do ar e sistemas de rastreamento de saúde pessoal.


2 - ACOMPANHAMENTO - Gadgets de acompanhamento ou diagnóstico, são usados para acompanhar o paciente ao longo do tempo, com evoluções do seu quadro ou registros diários, com equipamentos portáteis e fáceis de usar, como monitores de frequência cardíaca, medidores de pressão arterial, monitores de glicemia e medidores de temperatura.


3 - TRATAMENTO - Gadgets de tratamento são usados para tratar condições médicas de forma eficaz, com todas as instruções e acompanhamento, como os dispositivos de terapia respiratória, terapia física, terapia de luz, estimulação cerebral e de compressão.


Gostou de saber disso? Então siga as nossas redes sociais para ficar por dentro de todas as novidades sobre o assunto tecnologia e saúde. 


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page